Principal
A+ A-
Parceiros:  Selecione   
CFM AMB DENEM CNTU Rede Brasileira de Museus de Medicina
Projetos políticos:  Selecione   
Câmara dos Deputados Senado Federal
Sindicatos:  Selecione   
Acre - AC Alagoas - AL Amapá - AP Amazonas - AM Anápolis - GO Bahia - BA Campinas - SP Campos - RJ Caxias do Sul - RS Ceará - CE Centro - Norte Fluminense - RJ Criciuma / Sul Catarinense - SC Distrito Federal - DF Espírito Santo - ES Goiás - GO Governador Valadares - MG Juiz de Fora - MG Maranhão - MA Maringá - PR Mato Grosso - MT Mato Grosso do Sul - MS Minas Gerais - MG Niterói e São Gonçalo - RJ Norte de Minas - MG Norte do Paraná - PR Novo Hamburgo - RS Pará - PA Paraíba - PB Paraná - PR Pernambuco - PE Petrópolis - RJ Piauí - PI Rio de Janeiro - RJ Rio Grande do Norte - RN Rio Grande do Sul - RS Rodônia - RO Roraima - RR Santa Catarina - SC Santa Maria - RS Santo André e Região - SP Santos - SP São José do Rio Preto - SP São Paulo - SP Sergipe - SE Sorocaba e Região Sul do Estado - SP Taubaté - SP Tocantins - TO
Publicações:  Selecione   
Livro FENAM Revista Trabalho Médico Jornal FENAM Boletim COMSU Código de Ética Médica PCCV Assessoria Jurídica Relatório de Gestão
Imprensa:  Selecione   
FENAM TV Notícias Galeria FENAM Rádio FENAM
Institucional:  Selecione   
A FENAM Diretoria Equipe
Navegue por bandeiras de luta

IMPRENSA FENAM

61 3042 3706 / imprensa@fenam.org.br

VOCÊ ESTÁ AQUI:     PRINCIPAL IMPRENSA FENAM EVENTOS NOTÍCIAS

Eventos


FENAM integra discussões de Fórum do Mercosul

Esta notícia foi visualizada 2311 vezes.





Foto: Fenam

07/06/2017

A Federação Nacional dos Médicos (FENAM) esteve presente, representada pelo dr. Edson Gutemberg, na 37ª Reunião do Fórum Permanente do Mercosul para o Trabalho em Saúde (FPMTS) com o objetivo de discutir propostas para o exercício profissional na área da saúde, nesta quarta-feira (7), no auditório da Organização Panamericana de Saúde (OPAS) em Brasília (DF). 
 
Dentre os pontos abordados, destaca-se em como deve ser feito o compartilhamento de banco de dados para a implementação da Matriz Mínima de Registro Profissional, que é o sistema com informações sobre os trabalhadores da saúde que exercem ou pretendem exercer suas funções nos países membros do Mercado Comum do Sul (Mercosul). 
 
Para a diretora-geral do Departamento de Gestão e da Regulação do Trabalho em Saúde (Degerts), Ana Paula Schiavone, a ideia da Matriz Mínima é que ela seja uma troca de consumo de dados, ou seja, que as entidades enviem as informações sobre os profissionais e depois possa ser repassado para elas com melhorias.
 
 
De acordo com dr. Edson Gutemberg, “a FENAM considera que dados pessoais não devem ser compartilhado e sim informações gerais como especialidade e qualificação profissional”. Ele acredita que o Fórum é importante, “porque essas informações que nós estamos discutindo aqui, essa construção de parâmetros, que vai garantir que haja uma equidade na transferência de um médico de um país para o outro”.
 
O Mercosul estabelece uma lista de 42 especialidades, que devem ser registradas na Matriz Mínima. “No caso do Brasil, antes de serem registradas, devem estar devidamente reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), constando no registro do profissional”, de acordo com o site do Mercosul (clique aqui para ver o site).
 
Participaram do evento mais de quinze entidades ligadas a área da saúde, o evento é organizado pelo Degerts e pela Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES) do Ministério da Saúde e tem o objetivo de reunir e debater sobre o exercício profissional em relação ao bloco econômico, Mercosul.

Fonte: Fenam

NOSSAS NOTÍCIAS POR E-MAIL

IMPRENSA FENAM



ÚLTIMAS NOTÍCIAS



MAIS LIDAS



ÚLTIMOS VÍDEOS





Deixe seu comentário

Não tenho Facebook


Comentários sem Facebook

Projetos políticos de interesse

Endereço
SIG, Quadra 04, Lotes 075, 083, 125 e 175, Sala nº 03, Bloco A, Mezanino, Edifício Capital Financial Center -Brasília – DF. CEP: 70.610-440
Desenvolvido por: PMY Projetos Digitais.